Pandemia: Jesus Pontes alerta para os cuidados epidemiológicos

Parlamentar amapaense reforça medidas para evitar a temida segunda onda do Covid-19

O deputado estadual Jesus Pontes (PTC) usou suas redes sociais para alertar sobre as novas medidas adotadas no Amapá para conter o aumento de novos casos do novo coronavírus no estado e reduzir os riscos de transmissão da doença. O governador Waldez Góes estabeleceu, em decreto, novas medidas de restrições, entre elas a suspensão de atividades políticas de campanha eleitoral e serviços públicos não essenciais em todo o estado. O anúncio foi feito nesta terça-feira, 27, durante coletiva com o prefeito de Macapá, Clécio Luís.

As medidas são necessárias, já que na última semana o comportamento da pandemia mudou e foi registrado um rápido crescimento na hospitalização, com taxa de ocupação dos leitos em 66,40% e 114 internações de pessoas infectadas.  De acordo com o governador, com estes dados, é preciso seguir as orientações do Comitê Técnico Científico e adotar medidas para a contenção do vírus. “Por isso é muito importante que as pessoas saibam que, de fato, a pandemia não acabou”, ratifica Pontes.

Anúncio oficial

Ficam suspensas por sete dias, a partir do dia 28 de outubro, quaisquer atividades políticas de campanha para majoritária e proporcional, de pessoas em ambientes públicos ou privados, como caminhadas, bandeiradas, reuniões e adesivaços, como medida para diminuir a circulação de pessoas e manter o distanciamento social. “Isso se confirmou no relatório desta semana, estamos na classificação de risco vermelho e por isso adotamos essas medidas. Baixei um decreto com as regras gerais e os municípios deverão seguir, como Macapá está fazendo”, informou o chefe do executivo estadual.

No serviço público ficam suspensas as atividades não essenciais. Já no setor privado haverá redução no horário de funcionamento do comércio e suspensão de algumas atividades, como em clubes de recreação, bares, boates, teatros, casas de espetáculos, casas de shows, centros culturais, balneários públicos e privados com acesso ao público, clubes sociais e similares.

O decreto também estabelece horário para circulação de pessoas em praças, calçadas e logradouros públicos, até 21 horas. Todos os municípios devem seguir as orientações gerais do decreto estadual e regular as medidas com o decreto municipal. “O número de pessoas que procuram as UBSs aumentou, a taxa de transmissão também. Então adotamos medidas mais intensas e contamos com a colaboração da população para que tenhamos resultados”, disse o prefeito de Macapá, Clécio Luís.

Medidas já adotadas

Ao identificar o aumento de casos, o Governo do Estado do Amapá dobrou o número de leitos para atendimento de pessoas com covid-19. Nesta terça-feira, 27, mais 18 leitos foram ativados. Foi intensificada as fiscalizações para garantir que as medidas de prevenção e segurança sejam cumpridas, como o uso de máscaras e o distanciamento social.

Novos casos

O boletim de agora traz 52.500 casos confirmados e 1.424 em análise laboratorial. Os testes também descartaram 38.244 casos suspeitos.  Agora são 325 novos casos confirmados, sendo 257 em Macapá, 62 em Santana e 6 em Oiapoque. Não há registro de óbitos no boletim de hoje. Assim, o Amapá permanece com 748 mortes em 15 municípios.  (Macapá 519/ Santana 88/ Laranjal do Jari 46/ Mazagão 8/ Oiapoque 26/ Pedra Branca do Amapari 5/ Porto Grande 15/ Serra do Navio 4/ Vitória do Jari 13/ Tartarugalzinho 4/ Amapá 4/ Ferreira Gomes 3/ Cutias do Araguari 2 / Calçoene 5/ Pracuúba 6).

Comentários no Facebook